terça-feira, 23 de agosto de 2011

CONVERSAZIONE IN ITALIANO


I N V I T O
mercoledì 31 agosto, alle ore 19 in punto,
alla USINA DO GASÔMETRO
Av. João Goulart, 551 - Sala 502

CONVERSAZIONE IN ITALIANO

sul design del "Made in Italy", le passerelle milanesi
degli stilisti Armani, Valentino, Dolce e Gabbana, Versace
e proiezione della seconda parte del film sull'inizio
dell'alta moda italiana "Atelier Fontana".

sábado, 20 de agosto de 2011

6º Festival de Inverno de Porto Alegre



Confira em vídeo resumo de todas as atrações do FestivalSoledad encerra Festival de Inverno em 23 de agosto

Soledad Villamil e sua banda foram a atração do Festival de Inverno no ano passado. Com simplicidade, marcada pela "rasteirinha" que calçava, em contraste com os saltos sempre altos das divas usuais, encantou o teatro e chegou a emocionar-se ao homenagear a avó com o tango Ojos Verdes. Encerrou o show aplaudidíssima e foi ainda mais incensada pela imprensa dias depois. A musa volta ao festival deste ano no dia 23 de agosto às 21h no Teatro do Bourbon Country, fora da semana oficial, em razão de contratempos com filmagens na Espanha.

Leia Mais
 



Para simplificar a visualização dos 15 concertos, 8 cursos, 2 oficinas e 3 palestras da edição 2011 do Festival de Inverno, criamos um vídeo onde você pode conferir tudo isso com as informações mais básicas numa tacada só. Para informações mais detalhas, de cada artista ou especialista, clique nas seções Músicos ou Palestrantes. Uma visada geral também pode ser obtida na seção Programação.

Veja o vídeo aqui

Quase todos os shows do Festival de Inverno lotaram

A exemplo do que ocorreu com Lobão já estreia, dia 25, as apresentações de Arnaldo Antunes e Pedro Aznar, durante o 6º Festival de Inverno, lotaram o Teatro do Bourbon Country. A mesma rotina se verificou também nos teatros Renascença e de Câmara, onde aconteceram outros 11 concertos. Os músicos quase sempre foram obrigados a improvisar no bis pra muito além da programação original, atendendo às multidões que não pararam de cantar junto e dançar de pé da metade para o fim dos espetáculos.

Leia Mais

Exposições e debates celebram a Legalidade


Exposições e debates celebram a Legalidade

Mural que faz parte da exposição 'Legalidade, 50', na Usina do Gasômetro<br /><b>Crédito: </b> ALEXAnDRE MUNHOZ / DIVULGAÇÃO / CP
Mural que faz parte da exposição 'Legalidade, 50', na Usina do Gasômetro
Crédito: ALEXAnDRE MUNHOZ / DIVULGAÇÃO / CP
Os 50 anos da Legalidade também serão lembrados em diversas atividades. Na Usina do Gasômetro, abriu mostra "Legalidade, 50" que tem, como base, o acervo do Correio do Povo. A exposição foi aberta com apresentação do Conjunto Norberto Baudaulf e show de Drika Carvalho e Edu Coelho. Na sequência, após cerimônia oficial de abertura, tem palestra do escritor Juremir Machado da Silva e exibição dos filmes "Brizola - Tempos de Luta", de Tabajara Ruas; "Jango", de Silvio Tendler, e "Assim Era a Atlântida", de Carlos Manga. No dia 25, no Memorial do RS, às 18h30min, tem abertura de exposição de documentos e fotografias com os acervos do Arquivo Histórico do RS e do Museu de Comunicação. No dia 29, às 18h, no Palácio Piratini, acontece o debate "A Importância da Legalidade no Cenário Político Nacional", com as presenças de Paulo Markun, Duda Hamilton e Juremir Machado da Silva, seguido de sessão de autógrafos de "1961 - Que as Armas Não Falem", de Markun e Hamilton, e de "Vozes da Legalidade", de Juremir.
Fonte:Correio do Povo

Melhores Filmes brasileiros de 2010



Os 10 Melhores Filmes Brasileiros de 2010


2010 foi um ano excepcional para o cinema nacional, com recordes de público e crítica.
Pela primeira vez, três filmes superaram a marca dos 3 milhões de espectadores, atraindo os olhares dos investidores. O cinema brasileiro passou a ser um negócio lucrativo.
Confesso que não vi todos os destaques nacionais do ano, mas dentre os quase vinte que vi, consegui fazer uma lista de 10 melhores, embora saiba que outros que não vi poderiam estar nesta lista.
Lembro que valem apenas os filmes que estrearam nos cinemas em 2010 e não filmes de festivais ou dvds.


1.  Os Famosos e os Duendes da Morte (o melhor filme e a maior revelação do cinema brasileiro em 2010. em seu primeiro longa, Esmir Filho fala com uma sensibilidade única sobre isolamento, perspectivas e aspirações, sob o ponto de vista de um adolescente de uma pequena cidade gaúcha. o único ponto negativo talvez seja o título pouco comercial. um lindo filme, que merece ser visto e revisto)


2.  Tropa de Elite 2 (José Padilha aperfeiçoou o primeiro e ousou colocar o dedo na ferida das milícias cariocas, fazendo um filme genuinamente político. um bom elenco, exceto por um sonâmbulo Wagner Moura, um roteiro bem construído e ótimas cenas de ação ajudaram a quebrar uma marca histórica, com 11 milhões de espectadores, tornou-se o filme nacional mais visto de todos os tempos. merecido)


3.  Histórias de Amor Duram Apenas 90 Minutos (outro filme pequeno, mas uma ótima surpresa. o diretor Paulo Halm compõe um retrato de um jovem pretenso escritor - o ótimo Caio Blat -  tendo que amadurecer em sua relação e profissionalmente. destaque para Daniel Dantas como o pai, dono das melhores frases do roteiro)


4.  As Melhores Coisas do Mundo (as descobertas de um garoto paulistano de 15 anos, de classe média, em seu cotidiano na escola, com garotas e a família. um olhar terno sobre os ritos de passagem da adolescência, num belo filme de Laís Bodasky) 


5.  Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo (um geólogo faz uma longa viagem de trabalho pelo sertão nordestino e neste isolamento sente a falta da ex-mulher. a narrativa é subjetiva, em primeira pessoa e o protagonista jamais aparece. um belo filme de Karim Aïnouz e Marcelo Gomez) 


6.  Cinco Vezes Favela, Agora Por Nós Mesmos (cinco episódios, 'Fonte de Renda',  'Arroz  com Feijão', 'Concerto para Violino', 'Deixa Voar' e 'Acende a Luz' dirigidos por jovens cineastas moradores das comunidades, coordenados por Cacá Diegues. um filme oportuno, embora irregular)


7.  Chico Xavier (terceira maior bilheteria do ano - a segunda foi do kitsch 'Nosso Lar' -, numa  produção caprichada, dirigida por Daniel Filho. conta a história do famoso médium mineiro, desde a infância. as boas atuações seguram o filme)


8.  Antes Que o Mundo Acabe (outro bonito filme adolescente, este com um olhar mais nostálgico e carinhoso desta fase. conta a história de um triângulo amoroso de três garotos gaúchos, que sonham sair da sua cidadezinha. boa estreia em longas de Ana Luiza Azevedo com roteiro de Paulo Halm)


9.  Cidadão Boilesen (um documentário sobre um lado pouco mencionado da época da ditadura militar. conta a história do empresário Henning Boilesen, então presidente do Grupo Ultra, que foi morto pela guerrilha por ser um notório colaborador civil da repressão. oportuno e revelador) 


10.  Os Inquilinos (um verdadeiro suspense da vida real. retrata o cotidiano de uma pacata família da periferia, que tem sua segurança e equilíbrio quebrados quando o vizinho recebe inquilinos indesejados, três jovens bandidos. o diretor Sérgio Bianchi faz um ótimo filme, onde o perigo é palpável e muito próximo da nossa própria realidade)


Extra:  O Bem Amado (originalmente este era o décimo colocado da lista, mas como assisti 'Os Inquilinos' depois, resolvi substitui-lo. a sátira política de Dias Gomes chegou ao cinema pelas mãos do televisivo Guel Arraes e parece ter sido feito mesmo para uma minissérie de tv e condensado em duas horas. a despeito da bela produção e bons atores, tem um roteiro truncado, que perde tempo com personagens secundários e uma trilha intermitente, que é um pesadelo. vai ficar melhor na tv)


Veja também: "Os 10 Melhores Filmes de 2010

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Novo cônsul-geral da Itália em Porto Alegre é saudado em evento promovido pela Sociedade Italiana do RS



Reportagem publicada na Revista Eletrônica Oriundi:


   Simpaticíssimo. Assim o presidente da Sociedade Italiana do Rio Grande do Sul (SIRGS) , Giuseppe Ferraro, definiu o novo cônsul da Itália em Porto Alegre, Augusto Vaccaro, fazendo eco à manifestação dos presentes, no “vinho de boas-vindas”, realizado na noite da última quinta-feira (04), na sede da entidade.
    Entre os participantes do encontro, o ex-governador Olívio Dutra e esposa, Judite Dutra, o vereador Carlos Todeschini, além de membros da diretoria da SIRGS, como Francisco Morelli (vice-presidente), Berenice Kretiska (diretoria social), Fiore Marrone e Armando Traversoni (diretoria cultural), Denise Kupac (departamento de turismo), Leonardo Marzano (departamento de gastronomia), Antonio Alberti (relações públicas). Também fizeram parte do evento a coordenadora do curso de italiano, Luciana Xavier de Mello, a secretária adjunta da Educação do município de Porto Alegre, Zuleica Beltrame, além das professoras Daniela Norci, da Universidade Federal do RS, Ereci Albuquerque Mogetti, da Associação Itália Porto Alegre, e Emilia Viero, professora de arte e produtora cultural.



Fila da cidadania
A fila para a obtenção da cidadania italiana e o corte de recursos, por parte do Governo da Itália, destinados aos italianos no exterior foram mencionados no discurso do cônsul Augusto Vaccaro, que assumiu o posto no final de junho passado. Segundo ele, a demora para a obtenção do reconhecimento da cidadania – até sete anos - se deve à grande demanda de processos, que totalizam, atualmente, o número de 40 mil. Quanto aos cortes, assegurou que o trabalho prossegue normal no consulado de Porto Alegre, e salientou o fato de alguns consulados estarem até mesmo sendo fechados na Europa.
Além do atendimento aos ítalo-descendentes que buscam o reconhecimento da cidadania italiana, Vaccaro apontou como metas manter o Consulado próximo da comunidade, por meio da promoção da cultura italiana e da continuidade do trabalho de assistência social, em especial aos connazionali anziani.