sábado, 22 de setembro de 2012

Alessandria - una città tira l'altra



T
     Apresentamos mais uma cidade encantadora, que faz parte do circuito de arte: Alessandria (em italiano Alessandria, em piemontês: Lissandria) é uma cidade italiana da região do Piemonte, província de Alexandria, com cerca de 90 mil habitantes que se situa à margem do rio Tanaro. Em Alessandria nasceram os escritores Umberto Eco e Pino Cacucci. É a terceira maior cidade piemontesa depois de Turim e Novara.



Vista aérea da cidade poligonal , formada pelos antigos muros:
arquitetura militar
Como chegar: 
De avião - Milano Linate e Malpensa. Torino Caselle, Gênova
De carro - Autoestrada A26 e A21
De trem - Estação Piazzale Curiel 


Catedral de Alessandria

Detalhe da Catedral

Detalhe: com relógios, incluindo as fases da Lua

Câmara Municipal


Prefeitura de Alessandria


   Alessandria foi fundada em 1168 sobre um núcleo urbano pré-existente, para servir de fortaleza  em defesa da liberdade das cidades medievais do norte da Itália contra as forças do imperador Frederico Barbarossa do Sacro Império Romano-Germânico.
    Fundada no século XII com o nome de Civitas Nova. Estando dentro dos territórios do marquês de Montferrato, na época, um forte aliado do imperador. O atual nome da cidade é em homenagem ao papa Alexandre III, inimigo do imperador.
Se tornou um município autônomo em 1198 e fez em 1348 parte do ducado de Milão.  
Ere Mogetti all'Arco di Trionfo di Piazza Matteotti
Armando Traversoni Duomo di Alessandria  

Info: 
www.aspal.it
www.comune de Alessandria
www.cultura.it
www.circuitocittadarte.it

Festa do Bairro Rovereto






quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Mergozzo - Lago Maggiore



Lago Mergozzo -  pequeno, romântico e pouco conhecido, perto do Lago Maggiore. É considerado um dos lagos mais limpos da Itália, pois em suas águas é proibido o uso de barcos a motor.


lago, tem vista para a aldeia de Mergozzo com belas casas típicas de pedra amontoados. Um lugar ideal para passeios (a pé e de bicicleta), para visitar locais arqueologicamente significativos e curtir a sua beleza indescritível.




O símbolo indiscutível da Mergozzo é definitivamente Olmo, uma árvore secular, completamente oca, que está localizado na margem do lago, no centro da praça principal da cidade. 


Ereci Albuquerque Mogetti
O Olmo já estava presente em Mergozzo desde 1600 como evidenciado pela mais antiga representação conhecida do país:. Retábulo da Madonna del Rosario, pintado em 1623 por Carolus Canis, e preservada na igreja paroquial. Olmo di Mergozzo está entre as "árvores monumentais" do Piemonte. 
Olmo: nome genérico de árvores de várias espécies do gênero Ulmus L., família Ulmaceae; são grandes árvores nativas na Europa (sobretudo Ulmus minor, nativo da Península Ibérica), alcançando os 30 metros de altura.






Armando Traversoni e Ereci Albuquerque Mogetti (Ere Mogetti)

 Faça um tour virtual:
http://www.comune.mergozzo.vb.it/vtmergozzo.swf

Para saber mais:
http://www.comunedimergozzo.it/

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Miazzina - um lugar encantador

Miazzina é uma pequena cidade italiana da região do Piemonte, província do Verbano Cusio Ossola, com cerca de 419 habitantes, com uma área de 21 km². 




Faz fronteira com Aurano, Cambiasca, Caprezzo, Cossogno, Cursolo-Orasso, Falmenta, Gurro, Intragna, Verbania. Surge no fascinante Parque Nacional do Vale Grande, mas também está próxima da Verbanis, capital da Província, junto ao belíssimo Lago Maggiore. Com cenário espetacular e clima de montanha

Miazzina, oferece uma vista inesquecível para o Lago, num contexto de férias, relax e espiritualidade.

Como chegar?
De Milão: pouco mais de uma hora, de carro. Próxima a Novara, Busto Arzisio, Legnano e Varese. 

De Varese
Ir até Laveno e pegar a Balsa até Verbania. 






(Foi o que fizemos, porque é muito encantador!)
 
Sugerimos um Hotel aconchegante e simples, no alto da montanha, rodeado pela natureza, ouvindo o rumor do silêncio, apreciando as delícias da comida caseira, em ambiente de muito bom gosto.


Flores secas aliadas ao bom gosto



Arte e música (lembramos do amigo Colombo)



O Restaurante da Baita é frequentado pelos hóspedes, mas especialmente pela população da região


 Armando queria muito que eu conhecesse o lugar onde costumava passar suas férias durante a infância e adolescência:  Miazzina! 
 Fiquei realmente encantada com a cidade, com a belíssima paisagem, com o carinho com que fomos recebidos e me emocionei também ao presenciar o encontro com alguns amigos, que Armando não via há mais de 25 anos!
A amizade é um dos bens mais preciosos da nossa vida!!!
Armando e Edoardo Spadoni

Luigi, Mario, Marina ,Paola, Simone e Armando

Com Adriano e Mário
As simpáticas gêmeas, proprietárias do Hotel: Marina (Chef) e Paola,
 que recepciona os clientes

Passear pelos estreitos caminhos de Miazzina
e descobrir seus encantos



Flores belas e delicadas expressam o cuidado
dos habitantes de Miazzina

Passeando pelos caminhos da Infância

Miazzina, pequena e acolhedora cidade, plena
de belezas, amizades e memórias!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Festa Medieval em Cavenago D'Adda - Província de Lodi

A XII Jornada História Medieval foi realizada domingo, 09/09/2012, na pequena e encantadora cidade de Cavenago D'Adda, que faz parte da Província de Lodi.

A cidade se vestiu de história, cultivada com amor e fé, no decorrer dos séculos, onde seus habitantes são os protagonistas.





Dizem que tudo começou com a aparição da Madonna para uma menina muito doente, chamada Ângela, curando-a de seus males e transformando o lugar, onde está pintado um afresco, do século XIV, que representa a Maddona amamentando o Menino Jesus. Esta imagem se transformou em objeto de adoração e devoção, pelas inúmeras graças recebidas a Madonna della Costa!! 
(Claro, que pedimos as nossas!)
Ere com o famoso Antônio Fissiraga e sua esposa








O autor do afresco é desconhecido, mas se sabe que pertence à Família Fissiraga, da qual faz parte o famoso Antônio, Senhor de Lodi, no final de 1200 e primeiros anos de 1300.
O Falconiere e seu treinadíssimo Falcão encantaram os presentes

Jovem demonstrando o trabalho do ferreiro  medieval
Belo casal diante das vestes pesadíssimas do Guerreiro
A jovem explica para Armando os instrumentos usados
pelo cirurgião medieval
Guerreiros em luta pareciam ter ressurgido do passado
Os atores pensaram nos mínimos detalhes
O Tirano desfila diante da Corte

Os Bandeiradores deram um show

A Osteria - um espaço onde realmente se pode comprar um panino
recheado com porco assado
Comércio Medieval

O Gepeto e o Pinóquio

São Bassiano vence a luta e derrota o Tirano